Busca

 
 
Cinco professores da graduação e do mestrado em Psicologia da UCP participaram da 48ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Psicologia, realizada entre os dias 23 e 26 na cidade de Leopoldina, no Rio Grande do Sul. No evento, considerado o principal congresso da área, o professor Helmuth Krüger também foi homenageado pela SBP em uma sessão especial como demonstração de sua importância no desenvolvimento da Psicologia no Brasil.

Docentes da UCP na 48ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Psicologia

“É importante a participação da UCP no principal congresso de Psicologia, na mais importante sociedade que representa os psicólogos no Brasil, com forte expressão em todo território nacional. A participação da UCP é importante tanto para que possamos atualizar com os colegas e pesquisadores. Assim como podendo levar o nome da Universidade para o congresso. E ter o reconhecimento da Sociedade, por todo o esforço do professor Helmuh em prol da Psicologia, é muito valioso”, destaca o professor doutor Luis Antônio Monteiro Campos, que é coordenador do mestrado em Psicologia da UCP. 

Ele lembra a relevância do trabalho do professor Helmuth nas áreas de Psicologia Social, Cognição Social e de Ética e Moral. “Ele sempre foi muito produtivo nessas áreas citadas, sendo também professor titular de renomadas instituições, como Uerj, UFRJ, e foi quem criou o mestrado de Psicologia na UCP”, lembra Luis Antônio. 

Além da homenagem do professor Helmuth, os docentes da UCP, que incluem ainda os professores doutores Cristiane Moreira da Silva, Cleia Zanatta Clavery Guarnido Duarte e José Carlos Tavares da Silva, participaram de diversas mesas-redondas na programação. Além dos docentes, estudantes de Psicologia da UCP também estiveram presentes no congresso. 

Docentes da UCP na 48ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Psicologia

“Esta é a segunda vez que participo. E foi muito positivo o evento. Pude apresentar uma comunicação oral em uma mesa-redonda, o que é uma experiência muito boa. Estar num congresso desse porte só tem a acrescentar em termos de contato com outros pesquisadores de todo o país”, disse a estudante do 7º período, Nathalia Melo de Carvalho. 

Concorda com ela o aluno o 4º período, Luis Felipe da Silva Rodrigues. “Participar de um evento nacional, onde se encontram pesquisas recentes sobre as diversas áreas da Psicologia, é de extrema importância para a minha formação acadêmica. Visto que o evento promove a complementaridade das diversas teorias psicológicas, além da inter-relação da Psicologia com outras ciências. A participação de um evento nacional estimula o acadêmico ao interesse pela pesquisa e pela busca de novos conhecimentos, em vista da atuação profissional’, pontua o graduando.

“Um evento do tamanho da Reunião Anual da SBP nos proporciona um amplo conhecimento que é objetivo base; amplia nossos horizontes, devido às variedades de conteúdo a serem discutidos; nos permite ter noção das pesquisas brasileiras; temas de maior relevância e como estão sendo feitas; um panorama de qualidade que nos motiva e incentiva a buscar a validade e confiabilidade também em nossos projetos, também um espaço em que podemos perceber o quanto nossa Universidade, através dos professores, se fazem presentes e ativos, o que nos orgulha. Facilita os contatos, interações e vivências com outras pessoas, pesquisas e culturas que nos alimenta integralmente, como estudante, como futuros psicólogos e como humanos”, completou Alice Alves de Freitas Melo, também do 4º período.

“Esse momento foi muito bom, pois podemos congregar docentes, discentes e pesquisadores do curso de mestrado e pudemos levar o que produzimos dentro da Universidade para fora da instituição, em um congresso valoroso. Nós apresentamos mesas e simpósios, e com isso destacamos a importância da UCP nesse evento. O que é importante para a questão da cientificidade e do reconhecimento institucional. E termos o professor Helmuth conosco é uma honra nesse tempo todo que ele se dedica à Psicologia e que foi reconhecido publicamente pela BP em uma sessão solene em homenagem a ele”, frisa Luis Antônio.