Busca

 
 
A magia do Natal contagiou as cerca de 400 pessoas que prestigiaram o 42º Concerto de Natal da Universidade Católica de Petrópolis, realizado neste domingo (17.12). A apresentação aconteceu na Capela Nossa Senhora do Sion, no campus Benjamin Constant da Universidade. Mais de 200 vozes entoaram cânticos natalinos e sacros para celebrar o nascimento do menino Jesus em uma grande confraternização dos corais e grupos artísticos da UCP, além de convidados e ex-integrantes dos projetos musicais da Instituição.
Mais de 200 vozes encerraram o 42º Concerto de Natal da UCP
Mais de 200 vozes encerraram o 42º Concerto de Natal da UCP (Foto: Judá Sant'Ana)

“Toda essa maravilha de expressão de fato é um testemunho da presença do Senhor em nossa vida. Por isso que este Natal 2017 continue no nosso coração e na nossa vida como expressão de verdadeira alegria, motivo de podermos estar juntos e nos encontrar. De tornamos o mundo ainda mais interessante a partir de cada um de nós. Muitas vezes nós não podemos mudar o mundo direto, mas a partir de nós sim. Nosso coração ser melhor diante de todo esse mundo”, disse ao fim do concerto o reitor da UCP, Padre Pedro Paulo de Carvalho Rosa.

O tradicional concerto da UCP reuniu o Coral e Orquestra de Câmara e Conjunto Anima e Cuore da UCP, todos sob regência do maestro Antônio Gastão; o Coral Laus Deo do Colégio de Aplicação, regido pelo maestro Marcelo Vizani, e também Coral Regina Caeli, tendo à frente Rebeca Kappaun Henaut; o Coral da Escola de Música da UCP, sob regência de Caio Ferreira; e ainda o Coral Contraponto da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UFTPR), regido pelo ex-integrante do coro da UCP, Rodrigo Xavier.

O público se emocionou com apresentações de cada grupo, que ao final se tornou um grande coral com mais de 200 vozes, incluindo ex-componentes dos coros que embalaram o momento final com as músicas Hallelujah, Um Feliz Natal (New York), Boas Festas, o clássico Noite Feliz e Marcas do que se foi.

“Não tem como descrever a emoção. É maravilhoso poder levar alegria e a magia do Natal às pessoas que ali estavam atentas, emocionadas e participando também. O esforço de horas de ensaio é recompensado pelo resultado maravilhoso”, comemorou Francisco Silva, corista há quatro anos do Coral da UCP.