Busca

 
 
O professor do curso de Direito da UCP, Cleber Francisco Alves, tomou posse como membro titular da Academia Fluminense de Letras. A solenidade foi realizada no último dia 7 de maio na sede da entidade, em Niterói, e contou com a presença de uma expressiva delegação de petropolitanos. Cleber também já foi diretor da UCP, que estava representada por seu Grão Chanceler, o bispo diocesano Dom Gregório Paixão, convidado a compor a mesa de honra ao lado do bispo auxiliar de Niterói, Dom Luiz Antonio Ricci, que estava representando o Arcebispo de Niterói, Dom José Francisco.

Dom Luiz Ricci, professor Cleber e o bispo Dom Gregório Paixão
Dom Luiz Ricci, professor Cleber e o bispo Dom Gregório Paixão

A cadeira de que o professor Cleber passou a ser titular teve como seu último ocupante o grande intelectual e jurista católico, o professor Geraldo Montedônio Bezerra de Menezes, que foi membro do Tribunal Superior do Trabalho (TST), tendo sido o primeiro presidente daquele Tribunal, ainda na década de 1940.

“Embora preocupado e até um pouco intimidado com o peso da responsabilidade de vir a suceder tão eminente personalidade, escolhi esta cadeira após perceber muitas afinidades entre as minhas ideias e o meu modo de ver o mundo com o pensamento do professor Bezerra de Menezes. E, exatamente para buscar resgatar sua memória, seu legado, prestando-lhe a devida homenagem por tudo o que representou, especialmente como homem de Fé, dedicado à causa da Educação e do Direito, tive a ousadia de aceitar a cadeira que fora por ele ocupada”, destacou Cleber em seu discurso de posse. 

Posse do professor Cleber na Academia Fluminense de Letras

Também estava presente, compondo a mesa de honra, o ministro Aloysio Silva Corrêa da Veiga, professor "honoris causa" da UCP, que veio de Brasília especialmente para representar o presidente do TST na cerimônia. O professor Cleber também é membro das Academias Petropolitana de Letras e Petropolitana de Educação.