Busca

 
 
A UCP participou nesta semana do 5th International Scholas Chairs Congress - Building cooperation networks for fraternal humanism (EUS, 24), realizado entre os dias 2 a 4 de junho na Fordham University, em Nova Iorque. A instituição petropolitana esteve representada pelo Reitor da Universidade, o Prof. Me. Padre Pedro Paulo de Carvalho Rosa, e pela Profa. Dra. Cléia Zanatta, do Programa de Mestrado em Psicologia da UCP. No evento, eles participaram de mesas-redondas e, também, tiveram a oportunidade de apresentar um projeto desenvolvido pela UCP em uma escola municipal de São José do Vale do Rio Preto, no interior do Rio de Janeiro.

No primeiro dia do congresso, no domingo (02.06), a Profa. Dra. Cléia Zanatta participou da mesa-redonda Scholas Chairs grupos de pesquisa e ação, na qual apresentou o projeto de pesquisa e ação desenvolvido sob direção do Prof. Dr. Pedro Rosário, da Universidade do Minho, com o tema Promoção de competências de autorregulação da aprendizagem Primária usando histórias-ferramenta: Projeto arco-íris.

UCP participa de COngresso Internacional em Nova Iorque

Já nesta segunda-feira (03.06), o Prof. Me. Pe. Pedro Paulo de Carvalho Rosa presidiu a mesa-redonda Laboratório Laudato Sì - Educação para uma ecologia integral: sustentabilidade ambiental e social. Nesse mesmo dia, o Reitor da UCP e a Profa. Cléia apresentaram na mesa-redonda Laboratório Educar ao Humanismo Solidário: Inovação educativa o projeto intitulado Autorregulação de Valores e Habilidades de Vida: ações psicoeducativas em um colégio do Brasil, que foi desenvolvido pela UCP numa Escola Municipal de São José do Vale do Rio Preto, no ano de 2018.

O projetou nasceu como resposta da UCP a uma situação preocupante apresentada pelo Diretor do Colégio ao Reitor da UCP, em setembro de 2017, quanto aos alunos de 10 a 16 anos. Na sequência, foi feita uma visita in loco pelas professoras Cléia e Mara Noel com o Reitor da Universidade. O projeto teve seu início em março de 2018 com seus autores: Cleia Zanatta, Mara Noel, Rosilene Ribeiro, Padre Pedro Paulo de Carvalho Rosa e Pedro Rosário (fundamentação teórica), e coautores Glaucia B. S. Gomes, Luis Felipe S. Rodrigues, Catarina C. Amaral, Thalita L. da Silva, José Felipe Vitor Machado, Ludmilla S. Reis, Gabriel Macedo, Matheus M. Matoso e Mirelli Zimbrão.

Sobre o projeto

O desenvolvimento do projeto de pesquisa e extensão da UCP foi feito em seções quinzenais com intervenções junto ao alunos, seus pais e professores objetivando desenvolver ações psicoeducativas de autorregulação de valores e habilidades de vida para estimular a formação humana e sua orientação para o sentido da vida.

O projeto se inspira no Documento da Congregação para a Educação Católica Educar ao Humanismo Solidário, que dialoga estreitamente com a missão institucional, visão e valores da UCP, comprometida com a formação integral da pessoa humana e o bem da sociedade, tendo, também, como base teórica as contribuições da Logoterapia. Ele seguiu também as diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS), que “propõe programas de ensino de habilidades de vida em colégios com o fim de desenvolver comportamentos adaptativos e socialmente adequados em crianças e jovens, com o fim de capacitá-los para lidar eficazmente com as questões e desafios em sua vida diária”.  

“Os resultados foram surpreendentes entre todos os participantes do projeto no que diz respeito às habilidade de vida; como auto-conhecimento; empatia; comunicação eficaz; tomada de decisões; lidar com o estresse; pensamento crítico; resolução de problemas; pensamento criativo; lidar com as emoções e os sentimentos; e relacionamentos interpessoais. Essa cooperação da UCP com o colégio da rede pública tornou possível o o fortalecimento das habilidades de vida e verdadeiro encontro de sentido para viver”, destaca o Reitor da UCP, Pe. Pedro Paulo de Carvalho Rosa.