Busca

 
 
Encerrando o Tempo Litúrgico da Páscoa, a UCP promoveu, neste domingo (26.05), o seu XVI Concerto de Páscoa que aconteceu na Capela Nossa Senhora de Sion, no Campus Dom Veloso. A apresentação reuniu os grupos artísticos universitários - com o Conjunto Anima e Cuore e o Coral e a Orquestra da UCP – que abordaram mais uma vez obras que refletem artisticamente sobre o milagre da morte e ressurreição de Cristo para a salvação da humanidade.

“A primeira parte do concerto, que foi apresentada pelo Conjunto Anima e Cuore e pelo Coro de Câmara da UCP, foi a cantata de Páscoa BWV 4, Christ lag in Todesbanden, com a qual eu possuo uma ligação emocional muito forte. Além de ser uma obra belíssima, foi também a primeira que eu conheci, entre as quase 200 cantatas de igreja compostas por Bach, e também a primeira que tive a oportunidade de reger”, comenta o maestro Antônio Gastão, regente dos grupos.

XVI Concerto de Páscoa da UCP

Na segunda parte do concerto foram apresentadas quatro composições de Gastão, todas ligadas ao período da Páscoa, escritas especialmente para os grupos da UCP.

“Três dessas peças, o Haec Dies, o Terra Tremuit e o Pascha Nostrum são cantos para o Domingo de Páscoa, enquanto o Stabat Mater narra o sofrimento de Maria ao assistir à crucificação de seu filho Jesus. São peças que marcaram muitos dos componentes do coral e que eles sempre querem reapresentar”, explica o maestro que comemora neste ano o 30º aniversário como regente do Coral da UCP.