Busca

 
 
Palestra, workshops, apresentação de comunicações orais e uma mesa-redonda marcaram a II Jornada de Estudos sobre Relações Étnicos-raciais e outros marcadores sociais da diferença: diálogos interdisciplinares, realizada pela UCP. O evento aconteceu nesta quarta-feira (29.05), com programação durante todo o dia no Campus Dom Veloso.

O objetivo do evento é fomentar a parceria entre grupos de pesquisa de diferentes Programas de Pós-Graduação da UCP, promovendo a inserção social dos mesmos, e incentivar a pesquisa acadêmica entre docentes e discentes, visando o aumento da produção científica e a integração dos alunos da graduação e pós-graduação.

“É um esforço interdisciplinar e trabalha com um tema transversal, que é a existência de marcadores sociais e diferenças. São circunstâncias, por motivo de religião, de raça, de etnia, enfim, e que causam uma discriminação da pessoa no ambiente social. Esse evento é um convite para que pessoas de qualquer área possam trazer discussões pertinentes a isso, nesse espaço universitário e acadêmico. A importância é essa, abrir o espaço de discussão elevada sobre essas discussões”, explica o Prof. Klever Leal Filpo, um dos organizadores da Jornada.

O evento é realizado pela UCP, por meio do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Interculturalidade (NUPEI); pelo Grupo de Pesquisa Processos Psicossociais & Cognição Social (PPCS) do Programa de Pós-Graduação em Psicologia; Grupo de Estudos em Educação, Cultura e Contemporaneidade (GRECCA) do Programa de Pós-Graduação em Educação; e Grupo Interdisciplinar de Pesquisa Empírica sobre Administração de Conflitos (GIPAC) do Programa de Pós-Graduação em Direito da UCP; além da editora Appris, que vai publicar um livro sobre a primeira edição do evento, realizada no ano passado; e apoio da Fundação Dom Cintra e Faperj.

Confira a palestra de abertura da II Jornada de Estudos sobre Relações Étnicos-raciais e outros marcadores sociais da diferença: diálogos interdisciplinares