Busca

 
 
Mesas-redondas, diversas oficinas e apresentação de trabalhos debateram, nesta quarta-feira (15.05), as políticas públicas e seu papel na sociedade em diversas áreas durante a II Jornada da Fraternidade em Redes de Cooperação, realizada pela UCP. O evento aconteceu durante todo o dia no Campus Dom Veloso com a ideia de propor uma flexão sobre a temática da Campanha da Fraternidade - Políticas Públicas - numa perspectiva multidisciplinar.

UCP realizada II Jornada da Fraternidade

“Esse ano unimos a campanha da fraternidade com o documento da Congregação para Educação Católica, intitulado Educar ao Humanismo Solidário, que a igreja apresenta ali exatamente um conceito de educação católica para os nossos dias. Por isso, o tema de hoje, como um programa institucional que passa a ser anual, é juntando a fraternidade e redes de cooperação”, comentou o reitor da Universidade, padre Pedro Paulo de Carvalho Rosa durante a abertura e o encerramento do evento, que aconteceram no Salão Nobre.

Na parte da manhã, o público participou da mesa-redonda sobre Políticas Públicas na Saúde e Identidade Racial; o tema da noite abordou as Políticas Públicas no âmbito penal, sobre drogas e educação. Durante a parte da tarde foram promovidas oficinas sobre as políticas públicas voltadas para o idoso; para as mulheres; inclusão; saúde da família e leitura.

“Todos os anos a campanha da fraternidade trabalha um determinado problema social na busca de apresentar possíveis soluções. Em um primeiro momento através daquele método que a própria CNBB usa há décadas que é: ver, julgar e agir. E nós nos inspiramos nesse tema sugerido pela campanha, trabalhando, por meio dos nossos programas de pós-graduação mais ligados ao tema, para organizar esse evento de hoje, refletir e debater como podemos contribuir”, disse o reitor.

Assista à abertura da II Jornada da Fraternidade em Redes de Cooperação: Políticas Públicas

Confira o encerramento da II Jornada da Fraternidade em Redes de Cooperação: Políticas Públicas