Busca

 
 
Com objetivo de apresentar aos alunos do curso de Pedagogia e licenciaturas novas vivências didáticas, foi promovida nesta terça-feira (16.04) a palestra Metodologias ativas: faz sentido? O encontro contou com a participação da mestre em Educação, Mônica Chung Marques Corrêa Tesch.

Um modelo mais atual de didática dentro da sala de aula, que pode ser usada desde a Educação Infantil ao Ensino Superior, a Metodologia Ativa se torna muitas vezes mais eficaz no aprendizado do aluno. 

“É a tendência atual. Hoje, muitos colégios e universidades já trabalham a metodologia ativa, principalmente na área da Saúde. Dessa forma a aprendizagem é mais significativa. O aluno aprende fazendo. Ele mesmo constrói o seu conhecimento. Aos poucos eles vão se interessando e se aprofundando”, comenta Mônica, que realizou uma espécie de palestra/oficina para os estudantes.  

“Vou tratar de três abordagens da Metodologia Ativa: que é a sala de aula invertida; a “gamificação” e o ensino híbrido. Faremos uma atividade dinâmica para os alunos aprenderem uma metodologia para se apropriarem do conhecimento que vamos conversar hoje”, conta.