Busca

            
 
 
A professora do curso de Arquitetura e Urbanismo da UCP, Layla Talin, e a aluna Julia Baldez participaram do Simpósio Brasileiro de Qualidade do Projeto no Ambiente Construído (SBQP), que aconteceu na cidade mineira de Uberlândia, entre os dias 30 de outubro e 1º de novembro. Nesta edição do evento, a décima, os debates e reflexões foram norteados pela questão "projetar para quem?", buscando entender quem são e como interagem os agentes da construção de edifícios e cidades, o que inclui o usuário final.

No evento, a docente e a aluna apresentaram o trabalho Hotel Quitandinha: permanências e rupturas na experiência multissensorial, relacionado com a linha de pesquisa Desempenho e Sustentabilidade no Ambiente Construído, desenvolvida pela professora e que envolve, atualmente, sete alunos do curso, com encontros semanais.

“Dentro da linha de pesquisa, dois projetos estão em desenvolvimento. O artigo apresentado no SBQP foi produto dos resultados parciais de um desses projetos que objetiva compreender as relações entre os elementos que conformam o ambiente construído e estímulos sensoriais no Palácio Quitandinha. É um projeto motivado pela inquietação relacionada à predominância dos estímulos visuais sobre os demais sentidos como audição, olfato e tato”, explica Layla, que desenvolveu o artigo em conjunto com as alunas Julia Baldez, Beatriz Constâncio, Thais Tavares e Danielle Guettnauer.



“Foi uma ótima oportunidade participar do SBQP 2019, não só pelo conhecimento e reflexões adquiridas no evento como um todo, mas também pela oportunidade de poder expor e apresentar um trabalho, desenvolvido no decorrer de um ano, bastante importante para a demanda sensorial da arquitetura”, disse Julia que esteve presente no Simpósio.

“O evento foi um grande fornecedor de ideias e conhecimento. Tive acesso a diferentes pesquisas e demandas da área, além da presença e contato com ilustres profissionais e professores. Como um todo, a participação foi extraordinária. A ida ao evento me trouxe inúmeros benefícios. Experiência e desenvolvimento profissional, contato com outros mestres, ampliação da área da pesquisa e a gratidão de conseguir ter um trabalho divulgado e exposto’, completa.

Organizado pela Associação Nacional de Tecnologia no Ambiente Construído (ANTAC), o Simpósio objetiva promover e fomentar discussões sobre o impacto da qualidade do projeto na qualidade espaço, compilando artigos e mesas-redondas com profissionais e professores renomados na área, além das apresentações de artigos relacionados ao tema.

As linhas de discussão focaram na tecnologia aplicada no processo de projeto, como uso de softwares e parametrização da arquitetura; na interação do usuário e do cliente nesse processo; na compatibilização dos diferentes projetos envolvidos na construção (arquitetura, estruturas, elétrica, hidráulica, acústica, entre outros); no canteiro de obras; nas relações mercadológicas da indústria da construção e também nas avaliações do espaço após ser construído e ocupado.

Rua Benjamin Constant, 213 
Centro - Petrópolis/RJ
24 2244-4000