www.ucp.br

Professores do Mestrado em Direito da UCP participam do Congresso Internacional Sociology Of Law 2017

Os professores Rodrigo Grazinoli Garrido e Klever Paulo Leal Filpo, do Mestrado em Direito, participaram do Congresso Internacional Sociology Of Law 2017, realizado pela Unilasalle na cidade de Canoas, RS, entre os dias 01 e 03 de junho.

A participação dos docentes incluiu a coordenação de um grupo de trabalho sobre o tema "Administração de Conflitos e Segurança Pública" e a comunicação de resultados de suas pesquisas, sob a forma de quatro artigos científicos escritos em co-autoria com outros professores e alunos da pós-graduação e da graduação em direito da UCP.

Além do grupo de trabalho, o Professor Rodrigo considerou que um dos pontos altos do evento foi a palestra do Professor Boaventura de Souza Santos, Diretor do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, Portugal, com larga e relevante produção no campo das ciências sociais.

O Professor Klever destacou a interação entre pesquisadores de diferentes nacionalidades (Portugueses, Franceses, Espanhóis, Chilenos, Uruguaios, dentre outras) como um dos pontos altos do evento. "A participação do nosso mestrado nesses eventos internacionais é fundamental neste momento em que temos os olhos postos em uma internacionalização dos programas de mestrado e doutorado", ressaltou o professor. 

 

kleverrodrigo

Os professores Klever e Rodrigo durante o congresso. 

 

A viagem dos professores foi viabilizada por recursos obtidos da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa no Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ) pelo Professor Rodrigo, por meio do projeto de sua autoria que foi contemplado no Edital FAPERJ Nº 12/2015 - Apoio Emergencial para os Programas e Cursos de Pós-graduação Stricto Sensu do Estado do Rio de Janeiro – 2015. 

 

Petrópolis, 20 de junho de 2017

UCP e Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro firmam parceria pioneira para o desenvolvimento da mediação no Brasil

A Universidade Católica de Petrópolis e o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro assinaram convênio para criação de um Centro Judiciário de Resolução de Conflitos (CEJUSC). A Universidade é a primeira instituição do Estado, fora do âmbito judiciário, que abrigará um polo avançado do CEJUSC.

Como o próprio nome sugere, o serviço é voltado para a mediação e conciliação como alternativa para resolução de conflitos, com o objetivo de evitar que temas passíveis de soluções simples acabem enfrentando o longo trâmite judicial.

 

cejusc

Na foto, o Diretor do Centro de Ciências Jurídicas da UCP, Professor Antônio Carlos Pimentel, o Reitor da Universidade, Padre Pedro Paulo de Carvalho Rosa, a Coordenadora da Pós-Graduação em Mediação e Conflitos, Professora Cristiane-Maria Henrichs e o Presidente do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos do TJRJ, Desembargador Cesar Felipe Cury.

 

A UCP se destaca como pioneira no estudo da mediação no âmbito acadêmico. Quando pouco se falava sobre o tema, foi criado na Universidade um núcleo de prática em mediação para os estudantes do Curso de Direito, sendo a primeira instituição do país a receber autorização junto à OAB para reconhecimento da prática em mediação como estágio.

De acordo com o Reitor Padre Pedro Paulo, "a UCP é portadora de um legado institucional: ao pensar imediatamente em nossos estudantes e, como reflexo positivo, em nosso município e região, ela se acerca de pessoas competentes comprometidas com o bem, acredita e investe na inovação como meios consensuais e adequados de resolução de conflitos para melhorar a vida em sociedade, cujas parceiras com egrégias instituições se tornam indispensáveis, como está entre a UCP e o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro”. O Reitor finalizou dizendo que, “a UCP tem sempre um algo a mais a oferecer à sua comunidade universitária e à sociedade. Por isso, “se você quer mais, você quer UCP! ”.”

Mais recentemente, a Universidade passou a oferecer o curso de Pós-Graduação em Mediação de Conflitos, demonstrando assim seu compromisso com a adoção de métodos alternativos para a solução de conflitos. “Eu penso que, mais do que uma vitória acadêmica, obtivemos uma vitória para as relações humanas, pois eu acredito no caráter transformador da mediação. “ -  Disse a Coordenadora da Pós-Graduação em Mediação de Conflitos da UCP, Professora Cristiane-Maria Henrichs.

 

Petrópolis, 20 de junho de 2017

 

 

UCP chega em Magé com evento para os estudantes do ensino médio vivenciarem a experiência universitária

Com o objetivo de iniciar uma nova fase da educação no município, a Prefeitura de Magé fechou, no final do ano de 2016, um convênio com a Universidade Católica de Petrópolis (UCP) para atender os alunos da cidade com cursos de graduação e especializações. 

Para celebrar o início das atividades, dia 22 de junho, a partir das 09h, na quadra da Igreja Nossa Senhora da Piedade, será realizado, para os estudantes do ensino médio, o evento “Mostra UCP”, com o objetivo de apresentar a vivência universitária e impulsionar a escolha da carreira profissional.

O reitor da UCP, Padre Pedro Paulo de Carvalho, disse que, “com a presença da UCP em Magé, se abre um horizonte muito interessante. Pois a possibilidade de se cursar uma faculdade gera no adolescente e no jovem um desejo de continuidade de seus estudos, de não terem que parar seus estudos em nível de Ensino Médio, e, isso, inevitavelmente, provoca reflexo no nível dos cursos de Ensino Fundamental do Município. A UCP se sente honrada por fazer parte deste processo.”​

 

portasabertas

​​

Para a secretária de Educação, Alison Brandão, os estudantes de Magé serão beneficiados por terem a oportunidade de ingressar em uma entidade acadêmica reconhecida em todo país por sua qualidade de ensino. “É importante fomentar esse tipo de parceria. A chegada da UCP traz um ganho muito grande para os estudantes, que não precisarão se deslocar para outras cidades e para os profissionais da Educação, que terão a oportunidade de cursar uma pós-graduação voltada para formação, que ajudará muito nossos professores e professoras da rede” – afirmou Alison. 

 

Petrópolis, 19 de junho de 2017

Curso de Engenharia da UCP participa de Seminário oferecido pela empresa MC Bauchemie

 Dia 30 de Maio, os estudantes do Curso de Engenharia da UCP, Gabriel Cunha, Ana Cláudia, André Souza, e os engenheiros Robson Gaiofatto, Luiz Araújo e Lucas Cardoso participaram do seminário especial oferecido pela empresa MC Bauchemie na cidade do Rio de Janeiro.

O evento tinha como objetivo atualizar os profissionais e empresas ligados à aplicadores especializados em impermeabilização, que tem interesse sobre as tecnologias relacionadas à química para implantação das edificações, com foco na busca da durabilidade das estruturas de concreto.

“O evento faz parte de um conjunto de eventos de atualização profissional em que professores do curso de engenharia civil acompanham os estudantes e ex-alunos, tratando-se de ótimas oportunidades de ampliação do conhecimento e de contato com as indústrias que produzem e comercializam produtos de significativa qualidade para aplicações em obras civis.” - Disse o Prof. Eng. Robson Luiz Gaiofatto. 

 

gh

André Silva, enga. Andréia Sarmento (MC), Luiz Araújo, Prof. Robson Gaiofatto, Enga. Marina Mendonça (MC), Gabriel Cunha, Lucas Cardoso e Ana Carolina. 

 

O conteúdo programático abordou conceitos de manifestações Patológicas, impermeabilização por cristalização, injeções em estruturas de concreto e demonstrações práticas dos produtos da MC Bauchemie.

Para o estudante e presidente do CEENC (Comitê Estudantil de Engenharia Civil), Gabriel Cunha, “é muito importante para os graduandos e até mesmo para os profissionais que já atuam na área da construção civil, a participação neste tipo de seminário, pois é uma forma de conhecermos ou de nos atualizarmos sobre os novos produtos que chegam ao mercado e quais são os benefícios e melhorias destes, para conseguirmos especificar  corretamente o produto e a melhor técnica a ser utilizada para cada tipo de situação”.

 

Petrópolis, 13 de junho de 2017

Mestrado em Direito da UCP participa de Seminário na sede do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Direito da Universidade Federal Fluminense (PPGSD/UFF)

No dia 31 de maio, o Professor Klever Paulo Leal Filpo e a Mestranda Carmen Caroline Ferreira do Carmo Nader, do Mestrado em Direito da UCP, participaram do "Seminário Observa Processos e NEDCPD: divulgação de pesquisas da rede", realizado na sede do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Direito da Universidade Federal Fluminense (PPGSD/UFF).

O evento teve como proposta apresentar pesquisas em andamento no âmbito de uma rede de pesquisadores que integra o Grupo Interdisciplinar de Pesquisa Empírica sobre Administração de Conflitos (GIPAC), ligado ao nosso Mestrado em Direito, ao Observatório Fluminense de Estudos Interdisciplinares e Pesquisas Empíricas em Processo e Sistemas de Justiça (ObservaProcessos /FD-UFF), o Núcleo de Estudos em Direito, Cidadania, Processo e Discurso da Universidade Estácio de Sá (NEDCPD/UNESA) e o Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Veiga de Almeida (PPGD/UVA).

Na abertura do evento, o Professor Delton Meirelles (PPGSD/UFF) destacou que as pesquisas da rede têm buscado descrever e interpretar as práticas e discursos do campo jurídico a partir de um viés empírico, de modo a permitir novas abordagens no Direito. Já a Professora Fernanda Duarte (PPGD/UNESA) enfatizou a importância das pesquisas científicas serem produzidas coletivamente por meio de cooperação entre diferentes pesquisadores e instituições.

 

klever

Professor Klever e a mestranda Carmem representando a UCP no Seminário.

 

Durante o evento, a mestranda do Curso de Direito da UCP, Carmen Caroline, falou sobre sua pesquisa em andamento, sob orientação do Professor Klever. O trabalho envolve pesquisa de campo (observações e entrevistas) e pretende descrever e colocar sob discussão a utilização da mediação de conflitos na cidade de Nova Iguaçú-RJ, onde a pesquisadora atua como professora universitária.

O Professor Klever destacou que o evento foi importante por dar visibilidade às pesquisas realizadas no âmbito do nosso PPGD, materializando também a parceria acadêmica com outros programas de pós-graduação que têm se ocupado da pesquisa empírica em direito. "No campo do direito, não existe uma tradição de pesquisa empírica. É algo que temos buscado construir dentro dessa rede, por meio da organização e participação em eventos e também de publicações dos resultados de nossas pesquisas, nas quais nos aproximamos empiricamente dos nossos objetos de pesquisa", destacou o docente.

 

Petrópolis, 13 de junho de 2017

Redes Sociais

Estamos nas redes sociais. Siga-nos e fique informado.

Periódicos CAPES

logo periodicos