www.ucp.br

Escola de Música da UCP oferece o II Concerto Didático

A Escola de Música da Universidade Católica de Petrópolis realizou no último dia 24 de março o "II Concerto Didático", com a participação do Conjunto Anima e Cuore da UCP, sob regência do Maestro Antônio Gastão.

O Concerto Didático consiste em uma apresentação de música erudita e popular, realizada pelos professores da Escola de Música da UCP. Os temas abordados, teóricos e práticos, direcionam o foco do espetáculo para uma aula de música. 

Para Angela Rizzo, estudante de piano e canto da EMUCP, o Concerto Didático "é um evento muito interessante. Nos mostra um olhar diferenciado sobre como apreciar um concerto, além da beleza e da arte pura e simplesmente. Nos desperta o pensar sobre as peças apresentadas, como nos foi mostrado neste último concerto didático. Nos alerta também para avaliarmos a época em que foram concebidos e como podem influenciar na dinâmica das obras, apresentando pequenas biografias dos autores e mostrando sua relação com as obras apresentadas. É sempre um aprendizado frequentarmos um concerto didático e só posso agradecer a oportunidade de participarmos de eventos como este". 

 

DSC 0591 FILEminimizer

Coordenador da EMUCP, professor Tharcio de Freitas Becker, Maestro Antônio Gastão, coordenador do Curso de Licenciatura em Música, Coro de Câmara e Conjunto Anima e Cuore da UCP.

 

“Eu tenho muito orgulho em participar do coro de Câmara, pois é uma oportunidade única de termos contato com os compositores renomados, como no último concerto. Fico muito feliz em ver o público prestigiando e ter a chance de passar um pouco do que sabemos para eles. ” – Disse Beatriz Celina Pires, componente do Coro de Câmara do Conjunto Anima Cuore. 

 

DSC 0589 FILEminimizer

A apresentação contou com peças dos compositores Joseph Haydn, Heitor Villa-Lobos e Manoel Dias de Oliveira.

 

Para o Maestro Antônio Gastão, “a ideia, da Escola de Música da UCP, de fazer um concerto didático para o público universitário é excelente. A música erudita precisa de iniciativas como essa. Muita gente diz que não gosta de música clássica simplesmente porque não tem contato com ela. No concerto didático, nós não apenas apresentamos as obras, mas contamos sua história e chamamos a atenção para seus pontos mais interessantes”. O Maestro concluiu dizendo que, “esse tipo de informação aproxima o público e desperta sua curiosidade na hora de ouvir, fatores essenciais para a apreciação. Quando fazemos isso, é comum as pessoas virem nos dizer o quanto essa conversa antes das músicas foi importante e como o evento ficou mais agradável quando elas entenderam o que se esperava delas enquanto ouvintes. Ouvir também é uma arte, e essa arte precisa ser ensinada para que o público desfrute integralmente a obra”. 

 

Petrópolis, 31 de março de 2017

Redes Sociais

Estamos nas redes sociais. Siga-nos e fique informado.

Periódicos CAPES

logo periodicos