www.ucp.br

Evento beneficente ‘Frio tem Concerto’ esquenta a noite de domingo no Salão Nobre da UCP

Na última noite de domingo, dia 09 de julho, no Salão Nobre da UCP foi realizado o evento beneficente ‘Frio tem Concerto’, já na sua VIII edição. A iniciativa da Pastoral da Universidade, em conjunto com os grupos musicais que compuseram a programação, teve como intuito arrecadar agasalhos que serão encaminhadas às instituições de caridade.

A programação foi conduzida pelo Coral Regina Caeli, do Colégio de Aplicação, regido pela professora Rebeca Kappaun, pelo Coral Adulto da Escola de Música da UCP e Coral Pater Noster, com arranjos e Regência de Caio Ferreira, e pelo Coral e Orquestra da UCP, ambos regidos pelo maestro Antônio Gastão. No repertório estavam músicas populares, além de arranjos especiais, como a canção “Esperando na Janela” e “You’ve got a friend in me”, que atraiu a atenção do público.

 

DSC 0007 FILEminimizer

Coral Regina Caeli, do Colégio de Aplicação, abrindo a noite.

 

DSC 0013 FILEminimizer

 Coral Adulto da Escola de Música da UCP e Coral Pater Noster, com Regência de Caio Ferreira, seguindo a programação.

 

Durante a apresentação da Escola de Música da UCP e do Coral Pater Noster foi prestada uma homenagem ao Padre José Augusto Carneiro, o saudoso Padre JAC, com a canção "A Padroeira".

 

DSC 0030 FILEminimizer

O Vice-reitor da UCP, Marcelo Vizani, conduziu todo o evento e ressaltou a importância da evolução dos integrantes dos corais. “Temos sementes muito importantes no coral juvenil, que vão, ao longo dos anos, passando a integrar os outros corais da Universidade. É uma experiência enriquecedora. ”

 

DSC 0025 FILEminimizer

Coral e Orquestra da UCP, regidos pelo maestro Antônio Gastão.

 

De acordo com Beatriz Celina Pires, componente do Coral da UCP, “ é sempre gratificante ver o público prestigiando e ajudando numa iniciativa que pode ajudar muitas pessoas, e ver, assim, a união da música com a caridade. ”

“As apresentações da série O FRIO TEM CONCERTO são sempre momentos especiais para os nossos grupos musicais. Em primeiro lugar por seu caráter beneficente. É sempre importante chamarmos a atenção para o sofrimento de quem está passando necessidade e é ainda mais importante fazermos alguma coisa para aliviar essas necessidades. Procuramos com esse concerto estimular esse gesto tão simples e tão importante que é doar algo para quem precisa, um gesto que aquece o corpo e a alma. Em segundo lugar, esses concertos são momentos importantes de congraçamento entre os diversos grupos, desde as criancinhas do coral Regina Caeli até as pessoas mais idosas que participam do Coral Adulto da EMUCP, do Coral Pater Noster e os universitários do Coral e da Orquestra da UCP. É lindo ver toda essa gente junta cantando canções populares que marcaram a nossa história, especialmente ontem, com nossa homenagem aos 100 anos de nascimento do mestre Tom Jobim. É o tipo de coisa que nos deixa ansiosos para que chegue logo a próxima edição. ” – Disse o Maestro da UCP, Antônio Gastão.

 

DSC 0049 FILEminimizer

Encerrando a noite, todos os grupos apresentaram três canções em conjunto.

 

DSC 0057 FILEminimizer

 Antes da execução da última música, padre Moisés Henrique Fragoso, responsável pela Pastoral da Universidade, agradeceu a presença de todos e anunciou os mais de 230 agasalhos arrecadados na noite.

 

“O ‘Frio tem Concerto’ tem como objetivo ajudar as pessoas que nesse tempo sofrem com a realidade do frio. Estimamos assim que o calor da nossa caridade possa aquecer o frio dos nossos irmãos”, destacou padre Moisés. 

 

Petrópolis, 10 de julho de 2017

Escola de Música da UCP oferece o II Concerto Didático

A Escola de Música da Universidade Católica de Petrópolis realizou no último dia 24 de março o "II Concerto Didático", com a participação do Conjunto Anima e Cuore da UCP, sob regência do Maestro Antônio Gastão.

O Concerto Didático consiste em uma apresentação de música erudita e popular, realizada pelos professores da Escola de Música da UCP. Os temas abordados, teóricos e práticos, direcionam o foco do espetáculo para uma aula de música. 

Para Angela Rizzo, estudante de piano e canto da EMUCP, o Concerto Didático "é um evento muito interessante. Nos mostra um olhar diferenciado sobre como apreciar um concerto, além da beleza e da arte pura e simplesmente. Nos desperta o pensar sobre as peças apresentadas, como nos foi mostrado neste último concerto didático. Nos alerta também para avaliarmos a época em que foram concebidos e como podem influenciar na dinâmica das obras, apresentando pequenas biografias dos autores e mostrando sua relação com as obras apresentadas. É sempre um aprendizado frequentarmos um concerto didático e só posso agradecer a oportunidade de participarmos de eventos como este". 

 

DSC 0591 FILEminimizer

Coordenador da EMUCP, professor Tharcio de Freitas Becker, Maestro Antônio Gastão, coordenador do Curso de Licenciatura em Música, Coro de Câmara e Conjunto Anima e Cuore da UCP.

 

“Eu tenho muito orgulho em participar do coro de Câmara, pois é uma oportunidade única de termos contato com os compositores renomados, como no último concerto. Fico muito feliz em ver o público prestigiando e ter a chance de passar um pouco do que sabemos para eles. ” – Disse Beatriz Celina Pires, componente do Coro de Câmara do Conjunto Anima Cuore. 

 

DSC 0589 FILEminimizer

A apresentação contou com peças dos compositores Joseph Haydn, Heitor Villa-Lobos e Manoel Dias de Oliveira.

 

Para o Maestro Antônio Gastão, “a ideia, da Escola de Música da UCP, de fazer um concerto didático para o público universitário é excelente. A música erudita precisa de iniciativas como essa. Muita gente diz que não gosta de música clássica simplesmente porque não tem contato com ela. No concerto didático, nós não apenas apresentamos as obras, mas contamos sua história e chamamos a atenção para seus pontos mais interessantes”. O Maestro concluiu dizendo que, “esse tipo de informação aproxima o público e desperta sua curiosidade na hora de ouvir, fatores essenciais para a apreciação. Quando fazemos isso, é comum as pessoas virem nos dizer o quanto essa conversa antes das músicas foi importante e como o evento ficou mais agradável quando elas entenderam o que se esperava delas enquanto ouvintes. Ouvir também é uma arte, e essa arte precisa ser ensinada para que o público desfrute integralmente a obra”. 

 

 

Docente e estudantes de Comunicação Social da UCP apresentarão pesquisa na Intercom

Os estudantes Guilherme Ternis e Michele Costa tiveram sua pesquisa científica, "Entre ideias, posicionamento político e ironia – breve análise do perfil Dilma Bolada no Facebook", aprovada para apresentação no Intercom Regional 2017, que será realizado entre os dias 222 e 24 de junho, na Unifoa, em Volta Redonda. É a primeira participação de alunos da UCP no congresso regional de comunicação social ​mais importante no país. 

Os alunos pertencem ao grupo de pesquisa Comunicação, Consumo e Subjetividade, coordenado pela professora Raquel Lobão, cuja proposta é refletir sobre as relações entre o consumo e a subjetividade, nomeadamente, os modos de ser e estar no atual cenário da comunicação através dos meios digitais. A professora Raquel Lobão também apresentará sua pesquisa "Características estéticas de séries norte americanas: identificação e afeição a anti-heróis" na mesma conferência. 

 

intercom

Os estudantes Guilherme Ternis e Michele Costa no congresso regional de comunicação social.

 

As apresentações reforçam o propósito de estímulo e valorização da pesquisa científica em nível de graduação. "É importante que, desde o primeiro período, os alunos entendam que a formação universitária inclui a pesquisa e que eles consigam identificar questões que estimulem a curiosidade científica. Acredito que são competências essenciais para uma boa formação", afirma a professora Raquel Lobão. 

​A coordenadora do curso, prof. Katia Manangão complementa: "Conseguir cultivar o interesse pela pesquisa já é uma árdua tarefa. A produção científica com resultados é mais difícil ainda, especialmente na graduação, pois compete com o desafio da disponibilidade do tempo - um recurso escasso. Professora Raquel tem conseguido integrar as reflexões e exercícios de sala de aula com a pesquisa científica e em menos de dois anos de curso, já estamos colhendo resultados. Ficamos muito orgulhosos da representação da UCP pelos nossos estudantes, num dos mais relevantes congressos de comunicação social do país.  Nosso curso promete grandes contribuições para a pesquisa na área da publicidade e propaganda." 

 

Petrópolis, 30 de junho de 2017

Estudantes de Projeto de Iniciação Científica da UCP se apresentam no LNCC

Na próxima segunda-feira, dia 03 de julho, às 14h, no LNCC, os estudantes da UCP apresentarão os resultados do projeto de Iniciação Científica, sob a orientação da professora Ana Carolina Carius em conjunto com a professora Bruna Teixeira Silveira, do período de 2016-2017.

Os estudantes envolvidos no projeto são: Fábio Gaspar Santos Júnior, do Curso de Engenharia Mecânica, Caroline Balthazar Bispo Diniz, Karin Kauss e Leonardo de Souza Correa, do Curso de Engenharia Civil.

Durante o período de desenvolvimento do projeto, os estudantes pesquisaram o problema de deflexão de uma viga do ponto de vista matemático, desenvolvendo um modelo para a deflexão quando a viga está submetida a uma carga pontual, em qualquer ponto da viga.  Este modelo foi implementado computacionalmente pelos estudantes, com o objetivo de futuramente, criar um aplicativo que ofereça a linha elástica de uma viga para diversos tipos de carregamento.  Por fim, os estudantes realizaram diversos ensaios laboratoriais para o problema de deflexão de uma viga, com diferentes traços de concreto e tiveram a oportunidade de verificar o comportamento da mesma do ponto de vista experimental.  Ainda foram feitos ensaios de compressão e medições do módulo de elasticidade para o traço utilizado na composição da viga.

 

LNCC

 

Petrópolis, 30 de junho de 2017

Mostra UCP apresenta cursos de graduação e pós-graduação para os estudantes de Magé

Na última quinta-feira, dia 22, a Universidade Católica de Petrópolis (UCP) realizou uma mostra na quadra da Igreja Nossa Senhora da Piedade para apresentar, aos estudantes do ensino médio, a vivência universitária e impulsionar a escolha da carreira profissional.

A “Mostra UCP” marca oficialmente a chegada da instituição em Magé, resultado do convênio que a Universidade firmou com a prefeitura do município para atender os alunos da cidade com os cursos de graduação e especializações, com o objetivo de iniciar uma nova fase da educação na região.

 

mage1

A abertura do vento foi realizada pelo Reitor da UCP, Padre Pedro Paulo de Carvalho, pelo Prefeito de Magé, Rafael Tubarão, pelo Pároco de São Nicolau de Suruí, Padre Leonardo Tassinari Resende e pelo Pároco de Nossa Senhora da Piedade Magé, Padre Ernande Nascimento. 

 

“Tenho uma filha que já está na faculdade e sei o que é a preocupação quando ela sai para estudar. Então, ter a oportunidade de fazer o curso perto de casa é um alívio para nós que somos pais. Agradeço por acreditarem no crescimento do município, precisamos de qualificação para a população. Estamos buscando, com o polo empresarial e agora o know-how da UCP, gerar empregos e renda. Uma ação que vai gerar frutos a médio e longo prazo. ” – Disse o Prefeito de Magé, Rafael Tubarão.

“São muitas as carências em nosso município hoje, e nossa cidade dá mais um passo em seu processo de desenvolvimento. Ao longo da história, a igreja católica acredita que se pode fazer algo pela comunidade. A presença de uma universidade é determinante para a oportunidade de trabalhar em seus dons, em prol da comunidade local e o bem estar da cidade”, declarou o Padre Leonardo Tassinari.

 

mage2

Na abertura, também esteve presente a Secretária de Educação de Magé, Alison Brandão, e Deputado Federal José Augusto Nalin.

 

mage3

Coordenadoria dos Cursos e Reitoria da UCP se apresentando aos presentes no evento.

 

De acordo com a diretora da Escola Municipal Desembargador Oswaldo Portella, Gianni, que acompanhou seus estudantes na Mostra UCP, “é unanimidade, principalmente entre os educadores, que uma verdadeira transformação se faz com educação. Se quisermos melhorar nosso município e, consequentemente, nosso país, precisamos apostar em uma educação de qualidade e fomentar a parceria entre o público e privado”.

 

mage4

O Curso de Fisioterapia demonstrouexercícios e deu orientações sobre posturas para as Atividades da vida diária, além da apresentação do Curso.

 

 “Foi um enorme prazer poder levar um pouquinho do curso de Fisioterapia para esses estudantes do ensino médio, professores e familiares; que estão passando por esse momento tão difícil e tão importante da vida, que é a escolha da futura profissão.  Dos jovens com quem tive oportunidade de conversar, grande parte estava confusa em relação ao curso que escolheriam e, segundo os mesmos, a 'Mostra UCP' abriu um novo leque de conhecimento e ajudou na decisão final. ” – Disse Jéssica Passarone, estudante do Curso de Fisioterapia da UCP. 

 

mage5

Curso de Fisioterapia com os estudantes do ensino médio.

 

mage6

O Centro de Engenharia e Computação (CEC) apresentou projetos de Arduíno e projetos com Drones.

 

De acordo com o Diretor do CEC da UCP, Professor Fábio Licht, “o evento em Magé permitiu uma troca de experiências motivadora entre os alunos do ensino médio de Magé e os estudantes, funcionários e professores da UCP. Foi possível apresentar os cursos da UCP para um grupo de alunos que sonham em cursar uma Universidade, mas que em sua grande maioria estava indeciso com respeito à carreira. A apresentação dos cursos da UCP e do mercado de trabalho permitiram sanar dúvidas quanto à carreira e a expectativa de mercado e crescimento profissional. Os experimentos e demonstrações nas tendas de cada Centro motivaram e entusiasmaram. O CEC, além da apresentação dos cursos, levou projetos com Arduino, experimentos de Civil e projetos de Arquitetura, que permitiram uma visão prática das Engenharias e da Arquitetura”. 

 

mage7

O Curso de Arquitetura apresentou seus Projetos.

 

mage 8

 O Curso de Biomedicina promoveu mediação de pressão arterial durante o evento.

 

mage 9

 O Curso de Educação Física ofereceu avaliação do IMC e de Flexibilidade durante o evento.

 

mage 10

Professores do Curso de Psicologia da UCP com atividades de Orientação Vocacional.

 

"Esta ação é de extrema relevância não só para a UCP, como também para o Município de Magé. O investimento no processo de formação faz com que o cidadão adquira um pensamento crítico e reflexivo trazendo assim novas oportunidades. Nosso evento foi lindo pois pudemos perceber a união de nossa equipe e a qualidade do nosso serviço. ” – Disse a Coordenadora do Curso de Psicologia, Mara Noel. 


mage 11

 O Centro de Ciências Jurídicas ofereceu a palestra “As Diversas Carreiras Jurídicas", além de informações durante a manhã sobre o Curso de Direito.

 

mage 12

 O Centro de Teologia e Humanidades ofereceu Palestras dos Cursos de Licenciatura em Música, Filosofia, História, Letras e Pedagogia.

 

O Curso de maior demanda na região é o de Direito, já tradicional na UCP, completando os seus 64 anos. A Coordenadora do Curso, Professora Sintia Said, explicou que o objetivo é levar aprendizado aos estudantes e serviços de cunho social para toda a população. “Desde os primeiros períodos, os alunos são acompanhados pelos professores em atividades práticas nos estágios com empresas e instituições conveniadas com a Universidade. Eles também convivem com as práticas da área no nosso Núcleo de Práticas Jurídicas da Universidade. No campus de Petrópolis são realizados 3.000 atendimentos ao ano. ”, explica a Professora.

 

mage13

Coordenadores dos Cursos da UCP reunidos no evento. 

 

mage14

Equipe de colaboradores da Universidade Católica de Petrópolis presente no Mostra UCP.

 

Petrópolis, 28 de junho de 2017

 

Professor da UCP lança livro intitulado “Ateísmo e Relativismo: é possível conciliar?”

Foi publicado no mês de junho o segundo livro do Professor da UCP, Pe. Anderson M. R. Alves. O título do livro é “Ateísmo e Relativismo: é possível conciliar? ” e trata de temas relacionados com a Filosofia, Teologia e educação contemporâneas. O livro contém um prólogo do Prof. Lluis Clavell, presidente da Pontifícia Comissão de Santo Tomás de Aquino até 2015 e ex-reitor da Pontifícia Universidade da Santa Cruz, em Roma.

Segundo o Professor Lluis Clavell, “o livro oferece uma reflexão desapaixonada e serene sobre dois fenômenos muito presentes em algumas tendências culturais atuais: o ateísmo e o relativismo. Pergunta-se por sua coerência com a lógica, e quais seriam as consequências para a vida do homem em sociedade e para a cultura humana em geral se admitissem ao mesmo tempo ambas as tendências”. 

 

unnamed

 

“De fato, o livro contém sobre a possível conciliação lógica de ateísmo e relativismo e manifesta as consequências desses dois fenômenos para a cultura ocidental e para a identidade das universidades contemporâneas” – Disse o Professor Pe. Anderson M. R. Alves.

O livro pode ser adquirido, além das diversas livrarias nacionais, pelo site do Instituto Brasileiro de Filosofia e Ciência “Raimundo Lúlio”. 

 

Petrópolis, 23 de junho de 2017

 

 

Redes Sociais

Estamos nas redes sociais. Siga-nos e fique informado.

Periódicos CAPES

logo periodicos